terça-feira, 29 de agosto de 2017

Você tem medo de comprar pela Internet?

Tem muita gente que ainda morre de medo de fazer compras pela Internet. Isso hoje é uma questão de cultura ligada a fatos passados.
.
O problema é que comprar pela Internet não é tão arriscado assim, se seguirmos dicas de como nos utilizarmos bem desse tipo de serviço.
.
Por se tratar de uma "mania virtual", devemos observar se o site oferece comunicação segura. Isso pode ser verificado no seu navegador, campo do endereço, a presença do formato "https://" ao invés do tradicional "http://". Outra forma de investigar é observar a existência de um pequeno cadeado em alguma parte da tela.
.
Uma pegadinha comum que alguns malandros usam é pedir o número do cartão de crédito para verificarem a idade do comprador. Ora bolas, nenhuma operadora verifica a idade através do cartão!
.
Desconfie sempre de ofertas milagrosas, ganhos fora do comum e tenha em mente que uma boa oferta num eletrônico pode lhe acarretar dor de cabeça, já que esse produto pode ser roubado ou falsificado.
.
Para as mulheres, que adoram comprar produtos de beleza através da rede, as dicas são as mesmas. Utilizem lojas renomadas, já avaliadas por administradoras de cartão, guardem provas das compras (como comprovante de pagamento, e-mails de confirmação) e salvem todos os passos da compra.
.
Comprar pela internet tem sido nos últimos tempos a maneira mais rápida e pratica de adquirir certos produtos. Todos podemos desfrutar desse recurso da tecnologia e receber em nossa residência, com toda segurança, os produtos que desejarmos. Basta pesquisar um pouco e ter certeza de que o site onde será efetuada a compra seja confiável e seguro.
.
Optem por comprar em sites de confiança. E esqueçam os milagres prometidos por sites desconhecidos, que apareceram "ontem".

terça-feira, 25 de julho de 2017

Você quer viver como vivia há 10 anos?

Listamos a seguir algumas mudanças sensíveis ocorridas nos últimos tempos ...

1) O Spotify tornou-se um tormento para as gravadoras;

2) O Netflix acabou de vez com a locadoras;

3) O Booking vem complicando as agências de turismo;

4) O Google praticamente acabou com a Listel, Páginas Amarelas e Enciclopédias;

5) O Airbnb vem complicando os hotéis;

6) O Whatsapp vem complicando as operadoras de telefonia;


7) As mídias sociais estão complicando os veículos de comunicação;

8) O Uber vem complicando a vida dos taxistas;
9) A OLX está acabando com os classificados dos jornais;

10) O Smartphone acabou com as revelações fotográficas e com as câmeras amadoras;

11) O Zip Car está complicando as locadoras de veículos;

12) O email e a má gestão complicou a vida dos Correios;

13) O Waze acabou com o GPS;
14) O 5º andar está acabando com as imobiliárias que tratam com aluguel;

15) A “nuvem” complicou a vida do “Pen Drive”;

16) O You Tube vem complicando a vida das TVs (adolescentes não assistem mais canais abertos);

17) O Facebook vem complicando a vida dos portais de conteúdo;


18) Com o banco online não se precisa mais ir em agência bancária.

Conclusão: não dá para viver como vivíamos há dez anos.

Temos de ir em frente, porque muita gente já está na nossa frente!